Olá mamães, sejam todas bem-vindas!

Este Blog é para todas as mamães e futuras mamães tirarem as dúvidas sobre sua gestação, o passo a passo de cada momento entre mãe e filho. Portanto, qualquer dúvida, se inscreva na página e deixe sua pergunta que responderei com muita alegria.



quarta-feira, 16 de maio de 2018

Esmalte Eliana Nati, coleção "Carinhoso"

Nati Eliana Lança Coleção "Carinhoso"



É uma coleção composta por 4 tonalidades que se dividem em cores fechadas, escuras e 

suaves. Os nomes selecionados para cada esmalte, transformam estes sentimentos ainda 

mais românticos, lúdicos e especiais. São eles:

Baseado no universo das emoções, Nati Eliana mergulhou fundo nestes sentimentos e se 

inspirou no lado romântico, sensível e sonhador das relações amorosas para desenvolver 

coleção CARINHOSO.

Toda relação utiliza pequenos gestos de carinho para manter o coração cheio, não é?

Nati Eliana Lança Coleção "Carinhoso"


– ALMA GÊMEA – Branco suave cobertura com glow rosa;

– BEM ME QUER – Tijolo queimado, cremoso;

– CARA METADE – Hortênsia azulado, cremoso;

– DOCE PAIXÃO – Vermelho fechado, cremoso;

Preço sugerido: R$ 3,50 (frasco com 8 ml)

ATRIBUTOS IMPORTANTES:

– Os esmaltes são 5FREE, ou seja, livres de DBP, tolueno, formaldeído, canfora e resina 

de formaldeído, substâncias que podem causar alergias e ainda contém TRICLOSAN, um 

componente poderoso que desodoriza as unhas e cutículas, eliminando as bactérias 

causadoras do mau odor. 

– Pincel BIG BRUSH com modelo achatado (flat). Possui o dobro de cerdas, seguindo os 

padrões internacionais, pois, facilita a aplicação e permite que cada camada seja 

distribuída de forma uniforme sobre as unhas.

– Secagem rápida;
– Durabilidade e
– Longa duração.

segunda-feira, 14 de maio de 2018

4 dicas para ajudar a controlar a ansiedade

Como controlar a ansiedade

Hoje em dia grande parte da população sofre de ansiedade. Mas você sabe o que é 

ansiedade, sabe quais os sintomas?

http://www.estou-crescendo.com/2018/01/4-dicas-para-ajudar-controlar-ansiedade.html




O que é Ansiedade?


A ansiedade é vista num contexto popular quando estamos em um momento (ou 


passando por algum período) sob pressão, ou muito apreensivo para com alguma coisa… 

mas saiba que o significado puro dele é muito maior.

Ela é muito mais abrangente. Pode-se considerar como sintomas de ansiedade à partir do 

ponto em que você tem uma preocupação, tensão, medo ou pavor e qualquer outro 

sentimento ruim em excesso.


Quais os Sintomas?

Todos sabemos que, uma vez ou outra é completamente normal tem algum sintomas de 


Ansiedade, afinal, quem nunca ficou apreensivo para encontrar alguém que já não vê faz 

tempo, ou que nunca ficou nervoso por ter algum compromisso importante no dia 

seguinte e nem conseguiu dormir.Isso é bem comum. Entretanto, existem cada vez mais casos, não só no Brasil, como no 

mundo, que esses sintomas estão tomando conta da vida de uma pessoa. E na maioria 

dos casos, ela está tão acostumada em sentir essas emoções exageradas que nem 

percebe que isso se transformou num transtorno.

Para que você possa tem uma visão mais abrangente de tudo o que acontece quando esse 

problema passou dos limites, irei listar alguns dos sintomas mais comuns sofridos por 

quem já está sofrendo de transtornos de ansiedade e ainda nem se deu conta.


Sintomas Psicológicos

A ansiedade está ligada diretamente com o nosso sistema mental, por isso, a maioria dos 


sintomas não são nítidos; não são sentidos na pele, mas sim, psicologicamente.
Medos Irracionais: um dos fatores que poucos conseguem observar ligação com a 

ansiedade é o medo que alguma pessoa tem de animais, de voar ou de até mesmo estar 

em meio a uma multidão. Pode parecer apenas uma simples fobia, mas quando ela se 

torna exagerada, já cai na categoria de transtornos; você se torna incapaz de fazer mais 

do que sua mente te delimita;

Autoconsciência: não são todas as pessoas que tem a desenvoltura de chegar em alguma 

festa e conversas com todos, beber, comer sem ao menos sentir que está sendo 

inconveniente. A autoconsciência começa a se tornar um mal assim que a pessoa se sente 

tão inconveniente de realizar uma tarefa, que desiste dela, tremem, se avermelham, 

suam;

Lembranças ruins: se você já passou por alguma situação/evento que marcou a sua vida 

de maneira negativa, algo realmente traumático e que costuma lembrar em certas 

ocasiões, completamente normal. Mas isso se torna parte de um transtorno de ansiedade 

à partir do momento que esse “Flashback” começa a aparecer constantemente em sua 

mente;

Preocupação/perfeccionismo: esse sintoma aparece geralmente em pessoas que vivem 

em constante pressão na vida, pessoal ou profissional, e querem que tudo saia conforme 

(ou melhor do que) tinha planejado. O perfeccionismo é tanto que tais pessoas nem se 

dão conta de que toda essa preocupação para algo dar certo é na verdade uma ansiedade 

para ouvir opiniões positivas de quem as julgam.


Esses são apenas alguns dos mais comuns em dias atuais. Entretanto, podia citar dezenas 

de outros sintomas, como: pânico, vergonha de sair (ou falar) em público, 

compulsividade e muitos outros.

Sintomas físicos

Embora a maioria dos sintomas da ansiedade sejam psicológicos, existem alguns fatores 

físicos mínimos, que muitas vezes passam por despercebidos, mas que entregam na 

mesma hora que uma pessoa sofre de transtornos.

Insônia: embora pareça bem claro que a insônia está diretamente ligado a preocupações 

com a família, com dinheiro ou com outro problema na vida pessoal, e que em poucos 

dias, muitas pessoas não conseguem se livrar desse mal. A insônia se torna tão comum 

que acaba sendo algo corriqueiro. Entretanto, isso é um sintoma claro de que essa 

pessoa está com transtornos;

Roer unhas: esse é o sintoma que mais escancara que uma pessoa é muito ansiosa e 

acontece com mais de 63% da população brasileira. Geralmente, isso é nítido para quem 

está ao lado de alguém com transtornos de ansiedade: quem sofre se cala, começa a 

pensar em problemas e imediatamente leva as mãos a boca para roer as unhas;
Tensão muscular: observa-se nitidamente isso em pessoas que passam o dia sentado 

e/ou que exercem atividades que não exigem muito do corpo. Tais pessoas não 

conseguem controlar seus próprios pensamentos e constantemente apertam a 

mandíbula, flexionam o punho (ou o corpo todo), tensionando-o com vigor;

Dores: essas dores na barriga que você tem, que causam enjoos acontecem muito por 

conta da agitação com que você balança suas pernas e braços, pois está nervoso. No 

peito ou na cabeça, as dores de quem sofre com ansiedade são acarretadas pelo 

nervosismo ou preocupação que estão tendo com algo (um medo constante).

Se você se identificou com algum dos perfis de pessoas que citei acima, em qualquer um 

dos sintomas, mas ainda não sabe se é por conta da ansiedade, não se preocupe.

Veja agora 4 hábitos que te ajudam a controlar a ansiedade:

1 > Pratique a gratidão :

Quando se está preocupado com algo, é bem difícil focar no lado positivo das coisas. 

Para ajudar, ao acordar, busque algo pelo o qual é grato. Você pode agradecer pela sua 

família, ou até mesmo pelas simples meias quentinhas que está usando. Mas lembre-se: 

esse deve ser a primeiro gesto ao abrir os olhos pela manhã. O hábito ajuda a 

reconhecer as boas peças que compõem a sua vida e preenchem a mente com boas 

energias.

2 > Respire fundo:

É preciso apenas um minuto de foco na respiração para acalmar. Existem muitas 

pesquisas que apontam diferentes técnicas e seus benefícios para quem é ansioso. Uma 

delas indica puxar o ar pelo nariz por 10 segundos, e depois soltar pela boca por mais 10 

segundos. Se achar necessário, repita o processo por mais uma ou duas vezes. O 

resultado é imediato, você se sentirá mais calmo e centrado, afinal por algum tempo seu 

único foco será a respiração. A melhor parte? É possível realizar o exercício a qualquer 

hora e em qualquer lugar.


3 > Exercício :


É bem verdade que acordar cedo para ir a academia não é muito fácil. Mas os benefícios 

vão muito além de um corpo de capa de revista. Praticar atividades físicas ajuda a 

relaxar a mente também. Por isso, mesmo que a cama esteja quentinha e aconchegante, 

faça o esforço e sinta-se mais realizado durante o resto do dia.


4 > Um objetivo por dia:

Fazer listas é muito legal, mas para quem sofre de ansiedade essa pode ser apenas mais 

uma maneira de aumentar a pressão diária. A dica aqui é traçar um objetivo por dia. A 

missão fica fácil de cumprir e traz aquele gostinho de realização ao finalizá-la.

http://www.estou-crescendo.com/





terça-feira, 8 de maio de 2018

Alimentos que as grávidas não devem comer

Alimentos que as Grávidas Não Podem Comer

Agora que você está grávida, é importante tentar aumentar a ingestão de determinados 

nutrientes, como proteínas, vitaminas e ferro, para ter certeza de que você está 

consumindo tudo o que o seu corpo e o do bebê em desenvolvimento precisam.
Durante a gestação, seu corpo trabalha de forma ainda mais eficiente, tirando o máximo 

de energia do que você come. Por isso, nos primeiros seis meses de gravidez a maioria 

das mulheres nem precisa comer mais do que já comia. Só nos últimos três é que é 

aconselhável comer 200 a 300 calorias a mais, mas isso não quer dizer quase nada, já 

que 200 calorias equivale a meras duas torradas com manteiga, por exemplo. 

Guie-se pelo seu apetite, que pode variar dependendo da fase da gravidez. Nas primeiras 

semanas ele pode sumir, por causa do enjoo. Mas às vezes, em especial à noite (ou no 

meio da madrugada), é provável que você sinta a necessidade súbita de comer alguma 

coisa para preencher um buraco no estômago.

No segundo trimestre, seu apetite deve ficar igual ao que era, ou um pouco maior. No 

terceiro, você deve ficar com mais fome, mas precisa tomar cuidado porque serão mais 

frequentes a azia e a má digestão. 

Quais comidas grávida tem que evitar? Grávida pode comer quase tudo, mas deve 


evitar alguns tipos de alimentos. São eles:

peixes e frutos do mar crus, como ostras e sushi (o sushi pode ser ingerido se o peixe 


tiver sido congelado antes).
queijos de casca branca, como brie e camembert, e queijos com fungos, como roquefort e 
gorgonzola. Evite também queijos do tipo frescal (ou "minas"), que podem ser feitos com 

leite não-pasteurizado. O problema é a possível presença de uma bactéria que causa a 

listeriose, doença que pode prejudicar o bebê.
carne bovina malpassada ou crua (como carpaccio), carne de porco malpassada e ovos 

crus (como massa de bolo, gemada, ovo frito com gema mole e algumas sobremesas -- 

musses, por exemplo). A precaução é para evitar bactérias que possam afetar o bebê.
bife de fígado e miúdos, para evitar a sobrecarga da forma retinoica da vitamina A, que 

pode ser prejudicial ao feto.
cação, peixe-espada e tubarão, que podem conter níveis perigosos de mercúrio. O atum 

deve ser limitado a uma lata por semana ou dois filés frescos por semana, pelo mesmo 

motivo. Outros peixes são seguros e fazem bem ao bebê e a você. As recomendações 

quanto ao mercúrio valem também para quem está pensando em engravidar e para o 

período de amamentação.
se você tiver na família pessoas com alergias (a nozes, castanhas ou amendoim, por 

exemplo), é bom evitar esses alimentos na gravidez.


Grávidas podem tomar bebidas alcoólicas??

 O consumo de álcool pode causar sérios problemas no bebê, por isso os especialistas 

recomendam cortar totalmente as bebidas alcoólicas na gravidez.

bebidas e alimentos com cafeína. Não tome mais que duas xícaras de café por dia, e, se 

possível, prefira bebidas descafeinadas.


Grávida pode fazer regime?


Fazer dieta durante a gravidez pode prejudicar o bebê e você também. Dependendo do 

tipo de regime, você pode ficar com deficiência de ferro, de ácido fólico e de outras 

vitaminas e sais minerais importantes. Lembre-se de que engordar faz parte da gravidez. 

Comer bem e na quantidade certa é especialmente importante para grávidas de menos 

de 20 anos.

Para saber quantos quilos você pode engordar durante a gestação, clique AQUI

Mulheres que comem bem e que engordam o recomendável têm mais probabilidade de ter bebês saudáveis?


Se você está comendo alimentos saudáveis e está engordando, relaxe: é isso que tem de 

acontecer! Quem era bem magra antes de engravidar tem mais "tolerância" para 

engordar.

Se você já estava acima do peso antes de engravidar, pode começar a escolher alimentos mais saudáveis 
e investir

numa atividade física (sempre consultando o médico antes). 

Qual é o melhor jeito de ganhar peso, comendo quais tipos de alimentos?


O ganho de peso na gravidez varia de mulher para mulher, e depende de vários fatores, 

entre eles o quanto cada uma pesava antes de engravidar.

A média de ganho de peso geralmente é de 8 a 15 kg, mas, em vez de pensar na balança, 


concentre-se na qualidade do que come: muita fruta, legumes e verduras, boas 

quantidades de proteína, de cálcio e de ferro.

Tenha em mente que você vai engordar gradativamente no decorrer da gestação, com 


menor ganho no primeiro trimestre e maior ganho no último.

Quantas refeições precisa fazer por dia?


Mesmo que não esteja com fome, é melhor não deixar o estômago muito tempo vazio. É 

aconselhável fazer cinco ou seis pequenas refeições em vez das três grandes refeições 

tradicionais, principalmente se você estiver sofrendo muito com enjoos, azia ou má 

digestão.

Não há por que abrir mão de tudo o que você gosta só porque está grávida. Mas também 


não é bom deixar que alimentos industrializados, salgadinhos e doces formem a base da 

sua alimentação.

Na hora da vontade de comer aquela guloseima, experimente colocar uma banana no 


microondas com um pouco de mel e suco de meia laranja, ou tome uma vitamina batida 

de iogurte com frutas. Você só tem a ganhar se conseguir achar uma guloseima mais 

saudável.

E, de vez em quando, por que não mergulhar naquele maravilhoso bolo de chocolate ou 


num brigadeiro? 

Aproveite cada pedacinho, você merece!

Não esquece de sempre escolher os melhores alimentos para você e seu bebê!